#EUROTRIP – PARIS – PARTE 1

Ahhhhhh Paris! Como você é linda! <3 É incrível como essa cidade emociona a gente, e emociona de uma forma que não da pra explicar!

Chegamos a tarde e já nos deparamos com um apê topíssimo do Airbnb. Sério, não fiquem em hotéis, fiquem em Airbnb, é uma experiência muito mais legal. O apê era demais!

Como no inverno anoitece cedo em Paris, decidimos ir ver a Torre Eiffel acesa. Primeiro passamos na Galeria Lafayette onde de imediato entrei em depressão porque era tudo absolutamente caro. E quando eu digo caro é porque a coisa mais barata que eu vi era uma pinça de 40€. Hahahaha! Mas vale o passeio sim! O teto é uma espécie de abóbada, toda de vitrais, lindíssimo.

Quando chegamos na Torre Eiffel foi aquela coisa né? Me segurei pra não abrir a boca pra chorar! Hahaha! Quando chegamos ela ainda estava apagada, e depois de um tempo acendeu e nos mostrou porque Paris é a cidade luz!

O segundo dia amanheceu mega chuvoso e frio, mas tínhamos nos programado para ir na Euro Disney e não nos desanimamos! Para ir pra Euro Disney é preciso pegar um metrô um pouquinho diferente, é mais caro porque a viagem é de mais ou menos uma hora e meia. Mas é super fácil de encontrar, tudo lá é muito bem sinalizado.

Chegar na Disney é sempre mágico! A gente volta a ser criança só de olhar aquele castelo lindo! Eu não aguentei e me emocionei sim! Hahahaha! É lindo demais! Como a Disney é um parque com mais atrações infantis, eu preferi passar o dia conhecendo e admirando cada pedacinho daquele mundo encantado que fez parte da minha infância e faz até hoje. Choveu o dia inteirinho, aquela garoa chata que não passa nunca. Mas aproveitamos mesmo assim e amamos!

O show de encerramento foi lindo, mesmo em francês (que eu não entendo bolhufas) foi maravilhoso! <3

O terceiro dia amanheceu com um sol incrível e resolvemos fazer os passeios a pé! Fomos novamente na Torre Eiffel para ver ela durante o dia e comemos um crepe de nutella que estava mara admirando a torre mais linda da vida.

Em seguida fomos ao Arco do Triunfo que é super bonito, mas não me surpreendeu tanto quando a Torre.

Finalmente fomos conhecer e comer os macaroons Pierre Hermé que segundo a Dani Noce são os melhores de Paris e eu realmente amei! O de limão (verde com laranja) é incrível.

 

Fomos no Museu do Louvre, mas por um azar estava fechado… Demos o azar de ser o único dia da semana em que fechava mais cedo. Acontece!

Seguindo caminho fomos em um dos lugares que eu mais amei de Paris, e quem for pra lá e curtir arte, TEM QUE IR! O lugar se chama 59 Rívoli, e é uma galeria de arte que eu nem sei direito como explicar. São artistas autônomos, que expõe os seus trabalhos (e alguns moram) em um prédio “abandonado”. Todas as paredes são cobertas por grafite e colagens. Uma coisa de louco que eu adorei!

Dei uma pesquisada e vi que é o terceiro centro de arte contemporânea mais visitado de Paris e que realmente o prédio estava abandonado por 10 anos e foi invadido por um grupo de 3 artistas chamado ‘chez robert electron libre’ em 1999. O grupo dominou todo o edifício, transformando-o em um atelier de arte que foi atraindo artistas que tinham o ideal de expor seus trabalhos.

O 59 Rívoli ou “Aftersquat 59 Rivoli”, conta com mais de 30 artistas de 10 nacionalidades diferentes, distribuídos em 6 andares. O espaço também promove shows gratuitos e eventos ligados a arte em geral.

Fica na 59, Rue Rivoli. 75001 Paris. Fica aberto de terça a domingo, das 13hrs às 20hrs e a entrada é gratuita.

Conhecemos a Catedral de Notre Dame que é lindíssima e me emocionou muito, afinal eu amo o filme do Corcunda de Notre Dame. E sobre a arquitetura eu nem tenho palavras pra comentar… São muitos detalhes, é realmente impressionante.

E ainda tem maissss! Só que vai ficar para o próximo post, se não fica muito cansativo e ninguém vai ler nada, não é mesmo? Hahahaha!
Espero que tenham curtido o post e viajado um pouquinho comigo por aqui! Qualquer dúvida, já sabem! Comenta aqui ou manda um e-mail para o nemsodedoce@gmail.com 🙂

Um beijo,

#EUROTRIP: BARCELONA – CASA BATLLÓ

Quando comecei a pesquisar sobre Barcelona, logo apareceram as casas de Gaudí, arquiteto renomado que fez sucesso com suas obras incríveis.

A casa Batlló me encantou! Conhecida também como “Casa de las máscaras” ou “Casa de los huesos” (algumas das colunas são em forma de tíbias, de onde brotam a vegetação como símbolo da morte e também da vida e regeneração, é uma das obras mais importantes de Antoni Gaudí e foi declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 2005.

A visita é guiada por um smartphone, achei super tecnológico! Quando se apontava a câmera para um ambiente, mostrava como realmente era a disposição do mobiliário e como era a decoração que por sinal era lindíssima. Os lustres permanecem intactos e maravilhosos.

A impressão que a casa traz é de se estar dentro do oceano. O que mais me impressionou foi um vitral que quando a gente olhava por ele realmente parecia que estávamos dentro da água.

Sem palavras sobre o terraço. De lá se tem uma vista incrível de Barcelona e os mosaicos com azulejos são encantadores.

O ingresso se não me engano custou mais ou menos uns 20€ e super valeu a pena. Lá dentro ainda tem uma lojinha onde tem vários souvenirs legais. Eu comprei um livrinho com todas as obras de Gaudí e várias fotos lindas!

Essa última foto mostra o vitral do qual eu falei, lindo demais!

Espero que tenham curtido o post de hoje!

Um beijo,

#EUROTRIP – BARCELONA

Barcelona foi o lugar que eu mais gostei da viagem! Povo simpático e cada canto que você olha tem história e é bonito. Um milhão de detalhes e o tempo que ficamos foi pouco pra observar e admirar tudo o que esse lugar tem pra oferecer.

Nós não ficamos em hotel em nenhum lugar. Ficamos só em apartamentos pelo Airbnb, e cara, o de Barcelona sem dúvida foi o mais legal! O dono do apê era o Alex e ele é arquiteto (eu acho), porque o apartamento era demais! Altas obras de arte, maquetes… Genial! Vale super a pena ficar em Airbnb, conhecer os hábitos e estilos de decoração de cada pessoa é muito massa.

Começamos o tour pelo mercado de La Boqueria que era pertinho de onde ficamos. Super legal e cheio de comidas típicas.  Não deixe de tomar os suquinhos que ficam no gelo, é baratinho e maravilhoso.

Fomos andando pelas Ramblas até o Port de Barcelona que é bem legal! Você caminha por uma ponte enorme até chegar em um shopping que fica no final, e que por sinal é cheio de lojinhas legais.

Quando saímos de lá, encontramos uma feirinha de antiguidades com umas coisas de guerra bizarras.

Começamos o segundo dia explorando o Bairro Gótico. Lindo demais! A arquitetura de lá é de outro mundo, muitos detalhes. Paramos na Catedral de Barcelona que sério, sem palavras mesmo! Um dos lugares mais lindos que eu já visitei na minha vida.

Visitamos a Casa Batlló e a Casa Milá (La pedrera), ambas obras de Antoni Gaudí. Mas vou contar sobre elas em outro post porque é bastante coisa. E já adianto: SÃO INCRÍVEIS! (As fotos estão demais!)

Terminamos o dia jantando uma Paella de pollo, e tomando uma sangria que estava divina! Afinal, se você não tomar sangria, você não veio pra Espanha. O nome do restaurante é Divinus. Vale a pena!

No dia seguinte, visitamos o Parque Guell, que também é uma obra de Gaudí. O lugar é lindo demais, cheio de detalhes e tem uma vista incrível. É um pouquinho afastado, tivemos que pegar um ônibus pra chegar até lá, mas valeu muito a pena.

Em seguida fomos conhecer a Sagrada Família que também é de Gaudí! Hahahaha… O cara dominou Barcelona, e dominou muito bem por sinal! Lindíssima e emocionante! Parece um castelo de areia enorme. Riquíssima em detalhes, ela continua em construção até hoje, e sua parte mais velha encanta muito mais do que a nova. Pagamos mais ou menos 17 € para entrar e meio que nos “decepcionamos”, porque por fora é muito mais linda e marcante do que por dentro. Posso estar falando besteira, mas foi o que nós achamos. Visto que visitamos Igrejas muito mais ricas em detalhes do que ela. Mas é óbvio que tem sua beleza.

Por fim, visitamos a praia de Barceloneta que é impressionante! Mar azulzinho e areia cheia de conchinhas. Amei!

Se eu pudesse indicar um lugar para vocês conhecerem no mundo, indicaria Barcelona. É demais!

Espero que tenham curtido o post!

Um beijo!

Restaurante da vez #3 – Mulato – Chile

O penúltimo dia lá em Santiago foi bem frio, e eu estava maluca atrás de uma comida gostosa e quentinha… Fomos atrás, olhando os cardápios que ficam na rua disponíveis para os clientes (o que é muito fofo) e nos interessamos pelo Restaurante Mulato.

12032560_896572070426370_1262054536_n

12047318_896572080426369_1800226688_n

O Restaurante era uma graça. Despojado e decorado com ervinhas aromáticas, amei.

12041986_896572097093034_1481911140_n

12023045_896572100426367_390659866_n

12033717_896572077093036_1444462151_n

E o atendimento foi show! De verdade, o garçom e a garçonete que nos atenderam foram super atenciosos. (O que é muito bom, porque os chilenos falam muito rápido, tipo muito rápido mesmo!) Explicaram o cardápio e tudo mais, super queridos.

12023247_896572113759699_336166445_n

O cardápio era simples, porém fofo! Adoro isso.

Agora vamos falar do que importa, a comida. Sensacional! Pedi um Risotto de cogumelos com uma costela ao molho de Carmenere. Era exatamente o que eu estava querendo comer, fiquei muito satisfeita. O prato custou 10.900 Pesos Chilenos o que da mais ou menos uns R$ 60,00. Valeu cada centavo. E para tomar pedi um suco de Frutilla, que é o morango deles. O suco parecia um coullis (purezinho) de morango. Amei.

12033627_896572103759700_75254823_n

12025315_896572107093033_186968510_n

A única parte ruim, foi que não tinha a sobremesa que eu queria… E se está no cardápio a casa tem a obrigação de ter né? Fiquei com vontade. 🙁

Foi o primeiro Restaurante que fomos em Santiago que tinha wi-fi disponível para os clientes. O que é mara. Tem que ter né, se não como eu vou fazer o meu check-inzinho??? Hahahaha!

Super bem localizado, o Restaurante fica ao lado da Plaza Mulato Gil no Barrio Lastarria, que é um bairrinho com vários restaurantes legais, um mais fofo que o outro. Vale a pena visitar e andar até se encantar com algum Restaurante e com a arquitetura em volta.

O Site deles: (Clique aqui)

Endereço: José Victorino Lastarria, 307, Santiago.

Vale muito a pena, e eles não cobram os 10% do garçom, você da a gorjeta que quiser e se quiser. Mas com um atendimento assim, da até gosto de dar um agrado. 🙂

Um beijo.

Assinatura2

Heladería Emporio La Rosa no Chile

Eu sou uma apaixonada por sorvete. Desde pequena. Uma das minhas melhores lembranças de infância são das tardes na praia em que eu e meu avô saíamos escondidos para ir na sorveteria! Enfim, tirando a minha nostalgia, hoje eu vim contar sobre uma sorveteria show de bola aqui do Chile. (Pra quem não sabe, vim passar meu aniversário aqui com o meu namorado <3)

A Heladería Emporio La Rosa é considerada uma das melhores sorveterias do mundo e funciona desde 2001.

12016431_893261747424069_884230199_n

11999978_893261697424074_549788865_n

11998503_893261720757405_262848503_n

12007134_893261684090742_1118557226_n

11997853_893261687424075_1493677066_n

O sorvete é sensacional! Muito bom mesmo. Pedi um de avelã com chocolate e o Dudu um de doce de leite.

11994395_893261750757402_885518278_n

11995581_893261667424077_2071217208_n

O preço é meio igual ao do Brasil, e considerando que o sorvete é mara, valeu! Deu 3400 pesos, o que dá mais ou menos uns 20 reais.

O ambiente deixa um pouco a desejar, mas tem sua graça, pelo menos na que nós fomos (a do shopping era bem mais bonita).  É pequeno demais, e nós como turistolas, ficamos um pouco apreensivos com tantas pessoas coladas na gente. E o banheiro, foi o pior que já vi na minha vida… Não tinha luz e estava com um cheiro horrível! Passei vontade, porque não tive coragem de usá-lo.

O atendimento é bem ruim, as garçonetes super grossas… Não gosto disso.

Tirando o atendimento/ambiente, (eu posso ter dado azar de ser atendida por uma garçonete que estava em um dia ruim, acontece), amei o sorvete, porque sorvetes nunca decepcionam. <3 Vale a pena experimentar.

Aqui tem site deles. (Clique aqui)

Ah! Tem várias dessas sorveterias pela cidade, então tem que dar uma pesquisada no endereço da mais próxima. 🙂

Um beijo.

Assinatura2