Wellness

CHÁ: A BEBIDA MILENAR QUE É SINÔNIMO DE ACONCHEGO

Nessa época de recolhimento, tenho notado uma constante busca por práticas e rituais que proporcionem bem-estar e tranquilidade. Meditação e yoga, que sempre estiveram presentes em nossa sociedade, hoje estão sendo praticadas por muito mais pessoas, na intenção de driblar a ansiedade de ficarmos “presos” dentro de casa.

Pensando nesses rituais, resolvi falar sobre chás. Bebida milenar e sinônimo de aconchego, que proporciona e desperta uma experiência multissensorial com suas cores, aromas e sabores. Em qualquer lugar do mundo a bebida é sinal de hospitalidade, possui fins medicinais e serve como presente.

Só pode ser chamada de chá a bebida derivada da planta Camellia sinensis, que da origem ao chás preto, verde branco, vermelho, puerh e oolong. Cada um é obtido dessa planta conforme o grau de oxidação de sua folha, combinado com o processo de fermentação. Quanto menor a oxidação, mais propriedades antioxidantes e menor quantidade de teína (substância estimulante com efeito semelhante ao da cafeína). O chá branco é o menos oxidado e o preto, o mais oxidado.

Já as bebidas feitas a partir de ervas, como capim-cidreira, camomila e erva-doce são chamadas de infusões.

Dentre os benefícios, todos dependem da erva escolhida. Existem as digestivas, as diuréticas, as calmantes, desintoxicantes e por aí vai.

Alecrim: Antidepressivo, evita cáries e alivia a gripe.

Boldo: Auxilia na digestão de gorduras.

Camomila: Calmante, reduz a ansiedade e melhora o sono.

Capim-limão: Analgésico, expectorante, digestivo e melhora cólicas menstruais.

Cavalinha: Alivia dores de cabeça, varizes e fortalece cabelo e unhas.

Capim-cidreira: Calmante, alivia distúrbios reais e auxilia a digestão.

Ginseng: Tratar cansaço e fadiga.

Hibisco: Antioxidante, diurético, rico em cálcio e magnésio.

Hortelã: Reduz enjoos, náuseas e problemas digestivos.

Esses são só alguns dos benefícios incríveis que os chás nos trazem. A natureza é mesmo o nosso bem mais precioso!

Algumas curiosidades:

Há milênios, na China, iniciou-se o cultivo da Camellia sinensis, planta nativa do sul do país, que deu origem a bebida.

No Japão o ritual com o chá ocorre não somente pelo consumo, mas também pela estética. A tradição budista chamada Chanoyu foca em preparar e servir o matcha (chá verde moído em pó).

Na Índia, consomem o chai (mistura de chá preto com especiarias, leite e açúcar). Cardamomo, cravo, canela, gengibre e noz-moscada são os condimentos mais utilizados.

Na Inglaterra, o chá da tarde já é nosso conhecido. Surgiu no século 19 a partir da implantação da iluminação a gás nos lares. As famílias passaram a jantar mais tarde, e a duquesa de Bedford pediu uma pausa para o consumo da bebida às 16hrs, instaurando a tradição. Lá, o chá é servido com leite ou limão.

No Brasil, temos a famosa erva-mate, que é a mais consumida por aqui.

É isso! Espero que tenham curtido o post e que estejam se cuidando, se hidratando e o principal, se amando! ♥ É muito importante que tenhamos momentos só nossos. Sozinhos ou com quem amamos. Faça um chá de sua preferência, acenda velas ou incensos, leia um livro, assista um filme gostosinho… E aproveitem o final de semana.

Um beijo,

Yas

Fonte: Revista Casa & Jardim