SALVEM AS ABELHAS

Desde pequena eu tive um contato muito grande com a natureza. Eu morava em uma chácara, e cresci correndo atrás do meu avô enquanto ele cuidava da horta, das plantas, dos animais e também das abelhas. O meu sonho era ter aquela roupa de apicultor em tamanho pequeno para poder acompanha-lo quando ia retirar o mel maravilhoso que as abelhas faziam. Aguardava por ele ansiosamente com a minha vó e a broa na chapa pra lanchar com o melzinho recém colhido. Sempre com muito cuidado e respeito elas, vale lembrar.

Eu sou alérgica à picada de abelha. Descobri isso quando um dia, brincando no quarto, deitei em cima de duas e me deu uma reação, febre e etc. Porém sempre mantive certa distância delas, e quando eventualmente uma aparecia, eu livrava o caminho pra ela. E assim é até hoje. Meus amigos morrem de pavor com essa, conexão (?) que eu tenho com os insetos, mas pra mim é algo natural.

E me entristece demais ver o que anda acontecendo, as abelhas morrendo e todo um ciclo morrendo junto delas. Se fosse por causas naturais, seria triste porém aceitável. Mas não. É culpa de seres humanos irresponsáveis, que pensam apenas em si. Isso é muito deprimente.

Recebi um e-mail do Greenpeace e resolvi compartilhar aqui com quem, assim como eu, tem interesse no assunto e quer fazer algo para mudar a situação! Copiei as imagens e informações porque explicam perfeitamente.

“Entre dezembro de 2018 e março de 2019, mais de meio bilhão de abelhas foram encontradas mortas em diversas regiões do país. Não é de hoje que essa mortandade em massa vem acontecendo. Infelizmente, vocês conhecem bem um dos principais vilões dessa tragédia, porque eles também são inimigos dos seres humanos: os agrotóxicos! E o Brasil é um dos países que mais utilizam veneno no mundo!”

Vamos juntos nessa? Assine o abaixo-assinado (clicando aqui) e salve as abelhas de todo esse veneno! Diga não aos agrotóxicos! Precisamos de você para garantir a sobrevivência das abelhas e uma alimentação sem veneno! #Salve as abelhas

Um beijo,

Yas



Deixe seu comentário :)