#EUROTRIP – PARIS – PARTE 1

Ahhhhhh Paris! Como você é linda! <3 É incrível como essa cidade emociona a gente, e emociona de uma forma que não da pra explicar!

Chegamos a tarde e já nos deparamos com um apê topíssimo do Airbnb. Sério, não fiquem em hotéis, fiquem em Airbnb, é uma experiência muito mais legal. O apê era demais!

Como no inverno anoitece cedo em Paris, decidimos ir ver a Torre Eiffel acesa. Primeiro passamos na Galeria Lafayette onde de imediato entrei em depressão porque era tudo absolutamente caro. E quando eu digo caro é porque a coisa mais barata que eu vi era uma pinça de 40€. Hahahaha! Mas vale o passeio sim! O teto é uma espécie de abóbada, toda de vitrais, lindíssimo.

Quando chegamos na Torre Eiffel foi aquela coisa né? Me segurei pra não abrir a boca pra chorar! Hahaha! Quando chegamos ela ainda estava apagada, e depois de um tempo acendeu e nos mostrou porque Paris é a cidade luz!

O segundo dia amanheceu mega chuvoso e frio, mas tínhamos nos programado para ir na Euro Disney e não nos desanimamos! Para ir pra Euro Disney é preciso pegar um metrô um pouquinho diferente, é mais caro porque a viagem é de mais ou menos uma hora e meia. Mas é super fácil de encontrar, tudo lá é muito bem sinalizado.

Chegar na Disney é sempre mágico! A gente volta a ser criança só de olhar aquele castelo lindo! Eu não aguentei e me emocionei sim! Hahahaha! É lindo demais! Como a Disney é um parque com mais atrações infantis, eu preferi passar o dia conhecendo e admirando cada pedacinho daquele mundo encantado que fez parte da minha infância e faz até hoje. Choveu o dia inteirinho, aquela garoa chata que não passa nunca. Mas aproveitamos mesmo assim e amamos!

O show de encerramento foi lindo, mesmo em francês (que eu não entendo bolhufas) foi maravilhoso! <3

O terceiro dia amanheceu com um sol incrível e resolvemos fazer os passeios a pé! Fomos novamente na Torre Eiffel para ver ela durante o dia e comemos um crepe de nutella que estava mara admirando a torre mais linda da vida.

Em seguida fomos ao Arco do Triunfo que é super bonito, mas não me surpreendeu tanto quando a Torre.

Finalmente fomos conhecer e comer os macaroons Pierre Hermé que segundo a Dani Noce são os melhores de Paris e eu realmente amei! O de limão (verde com laranja) é incrível.

 

Fomos no Museu do Louvre, mas por um azar estava fechado… Demos o azar de ser o único dia da semana em que fechava mais cedo. Acontece!

Seguindo caminho fomos em um dos lugares que eu mais amei de Paris, e quem for pra lá e curtir arte, TEM QUE IR! O lugar se chama 59 Rívoli, e é uma galeria de arte que eu nem sei direito como explicar. São artistas autônomos, que expõe os seus trabalhos (e alguns moram) em um prédio “abandonado”. Todas as paredes são cobertas por grafite e colagens. Uma coisa de louco que eu adorei!

Dei uma pesquisada e vi que é o terceiro centro de arte contemporânea mais visitado de Paris e que realmente o prédio estava abandonado por 10 anos e foi invadido por um grupo de 3 artistas chamado ‘chez robert electron libre’ em 1999. O grupo dominou todo o edifício, transformando-o em um atelier de arte que foi atraindo artistas que tinham o ideal de expor seus trabalhos.

O 59 Rívoli ou “Aftersquat 59 Rivoli”, conta com mais de 30 artistas de 10 nacionalidades diferentes, distribuídos em 6 andares. O espaço também promove shows gratuitos e eventos ligados a arte em geral.

Fica na 59, Rue Rivoli. 75001 Paris. Fica aberto de terça a domingo, das 13hrs às 20hrs e a entrada é gratuita.

Conhecemos a Catedral de Notre Dame que é lindíssima e me emocionou muito, afinal eu amo o filme do Corcunda de Notre Dame. E sobre a arquitetura eu nem tenho palavras pra comentar… São muitos detalhes, é realmente impressionante.

E ainda tem maissss! Só que vai ficar para o próximo post, se não fica muito cansativo e ninguém vai ler nada, não é mesmo? Hahahaha!
Espero que tenham curtido o post e viajado um pouquinho comigo por aqui! Qualquer dúvida, já sabem! Comenta aqui ou manda um e-mail para o nemsodedoce@gmail.com 🙂

Um beijo,

2 comentários em “#EUROTRIP – PARIS – PARTE 1

Deixe seu comentário :)