Dia de Ski em El Colorado no Chile – Preços e dicas

Não tem como visitar o Chile e não esquiar. A neve é maravilhosa, fiquei realmente impressionada com a beleza que é ver tudo tão branquinho. Eu queria, queria muito, ter uma câmera nos meus olhos para poder registrar tudo o que eu vi.

12032457_895686543848256_277129889_n

12026571_895686570514920_1368711287_n

Lá tem muitos cachorros gostosos loucos por algum petisco! Hahaha! Eu amassei demais esse! <3

12025274_895686560514921_546964463_n

Tive a minha experiência e vou compartilhar tudo aqui com vocês!

  • Compramos o nosso pacote pela empresa Turistik (na loja do Patio Bellavista), e fomos super bem atendidos por um brasileiro, o que é muito bom.
  • O pacote fechado custou 76.000 Pesos Chilenos por pessoa (R$ 432,00), e estava incluso transporte do hotel para El Colorado/El Colorado para o hotel, entrada e uso de teleféricos para ski (o teleférico para o mirante é pago a parte, caso você queira ir, e custa uns 12.000 Pesos Chilenos, se eu não me engano), equipamentos completos para ski ou snowboard (ski ou snow e botas) e a aula de 2 horas em grupo.
  • Na subida para a montanha, paramos em uma loja de aluguel de roupas (as roupas não estão incluídas no pacote), onde podemos alugá-las. Ninguém explica nada lá, são muito mal humorados. O ideal é que você alugue jaqueta, calça e luvas impermeáveis caso você não as tenha. O guia fala para alugar botas de caminhada, o que não é nem um pouco necessário. Alugamos dois pares e deu 16.000 Pesos Chilenos (R$ 90,00), e simplesmente não as usamos. Dá para ficar com as botas de ski durante o passeio todo (que passa voando, você vai ver).
  • As roupas e a bota de ski são bem desconfortáveis, é cansativo usá-las. Então, se você tiver uma graninha sobrando, compre jaqueta e luvas do seu tamanho, que te deixem confortável.
  • Para usar por baixo das roupas impermeáveis, o ideal é usar uma segunda pele, que encontra em qualquer loja de artigos esportivos, e um moletom ou aquelas blusas fleece.
  • Não esqueça o gorro, lá venta demais!
  • Quanto ao óculos de ski, só usei durante a aula (passamos por uma mini-nevasca), durante o nosso passeio e tentativas de descer as montanhas esquiando, usei o meu óculos velho de guerra. Hahahaha! (Inclusive fica mais bonito nas fotos.)
  • Leve uma mochila pequena sempre consigo, vale a pena levar seu próprio sanduba e água! Nós turistolas, deixamos a nossa mochila com nossos sanduíches maravida lá em baixo e tivemos que comprar comida lá em cima. O guia só nos avisou que haviam armários na parte de cima quando estávamos subindo para as pistas de ski.
  • A aula em grupo é bem meia boca, o nosso instrutor era meio mala! Me deixou sem os bastões de ski para que eu aprendesse a me inclinar para a frente, o que fez com que eu ficasse completamente travada, com medo e acabei não aproveitando a aula. Nós vimos algumas outras aulas que eram bem bacanas com instrutores legais.
  • Apesar de parecer um saco participar de uma aula de 2 horas, é extremamente necessário. Participe e aproveite ao máximo, se não você vai se ferrar depois, é sério! Hahahaha!
  • Esquiar é difícil, não é como parece. Eu achava que ia chegar lá descendo a montanha, fazendo manobras radicais, mas não. Levei muitos tombos, mas nada que tenha me machucado de verdade, porque fui com bastante receio.
  • A dor muscular no dia seguinte é tensa, traga do Brasil um Dorflex, você vai precisar.
  • Ahhhhh! Falando de remédio, é super normal enjoar na subida/descida da montanha. São 40 curvas super fechadas, eu enjoaria frouxo, duas pessoas enjoaram no nosso ônibus. Mas temos a sorte de ter amigas farmacêuticas que nos indicaram um remedinho top para enjoo, o Vonau, que é só colocar embaixo da língua e boa! (Valeu Mayumi!)
  • Chocolate e água também ajudam, segundo o guia.
  • O passeio passa rápido demais, então aproveite o máximo possível. Se não conseguir esquiar, aproveite para fotografar e se divertir na neve. É tudo tão lindo…

11999950_895686530514924_846647961_n

12033640_895686527181591_1990305275_n

A neve é linda e eu fiquei com vontade de comer, mas o Dudu nao deixou. 🙁 Hahahaha!

Eu ameeeeei a experiência, eu estava com bastante medo de me machucar, mas o Dudu conseguiu me convencer e eu agradeço a ele por isso. Caímos mais do que esquiamos, mas valeu a pena.

Decidi fazer esse post, porque quando pesquisei sobre, não achei nada parecido. Eu queria ler algo que me confortasse um pouquinho… E espero que ele seja útil para quando você decidir ir para uma aventura congelante!

Um beijo!

Assinatura2



4 thoughts on “Dia de Ski em El Colorado no Chile – Preços e dicas”

  • Olá Yasmin! Vi seus post sobre o Chile! Eu e meu marido estamos querendo ir ano que vem. Queria umas dicas tuas, sobre a comida, e caro comer lá? E sobre hoteis?

    • Oi Camila!
      Lá é incrível! Vocês vão adorar!
      A comida é mara, dependendo dos restaurantes um pouquinho caro sim… Mas depende do que vocês gostam de comer e o quanto gastar da para se programar sim, tem lugares acessíveis e que realmente valem a pena, já outros são os famosos “pega turistas”.
      Nós ficamos em um apart hotel, para não precisarmos nos preocupar com horário de café da manhã e também para podermos nos sentir mais “em casa” lá em Santiago!
      Essa semana vai sair um post recheaaaaado de dicas sobre a viagem, não perca!
      Beijos! Qualquer dúvida a mais, manda um e-mail, nemsodedoce@gmail.com 🙂
      Obrigada por comentar aqui!

    • Oi Amanda! Nem me fale, foi triste ter que voltar para Curitiba… Hahahaha!
      Simmmmm! A bota de Ski é bem dura, o que dificulta a caminhada. Mas estão todos com a bota e todos andam assim, meio engraçados!
      Obrigada por comentar aqui!
      Beijos.

Deixe seu comentário :)